Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
B
ZÉ RAMALHO – O cantor enigmático \Todo mundo o tem admirado
01/10/2019 13:39 em Coluna do Cordel

 Autor: Ivaldo Batista

Ivaldo Batista Costa é escritor e cordelista. Natural de Carpina, Pernambuco, 12/01/1963. É membro efetivo da União Brasileira de Escritores (UBE); da União Carpinense de Escritores e Artistas (UCEA) e do Instituto Histórico de Jaboatão dos Guararapes.Ivaldo Batista é formado em História pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). Bacharel em Teologia pelo STBNB e pós-graduado em História de Pernambuco.

COLUNA DO CORDEL

 

Vou tentar nesses versos deslindar

Decifrar um cantor misterioso

Grande compositor, maravilhoso

Tão excêntrico é o seu cantar

O seu canto a nos desafiar

Cada letra é um mistério danado

Um  enigma a ser interpretado

Qual esfinge Nordeste carismático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Dono de uma voz forte e possante

É um ídolo da MPB

Quem tem bom gosto quer ouvir e ver

Nas apresentações ele é marcante

Pra o fã clube dele é empolgante

Desafiante e energizado

Adoramos tudo que tem cantado

Eu não sei se sou fã ou sou fanático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Da nossa região é uma essência

Ele nasceu lá em Brejo do Cruz

No sertão paraibano é luz

Reconhecido como excelência

Na  poesia é talento é referência

Desde criança tenho o escutado

É um cabra que tem nos orgulhado

Nas interpretações é tão enfático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Dia três de outubro ele nasceu

Mil novecentos e quarenta e nove

José Ramalho Neto já se move

Foi esse o nome que recebeu

Tinha dois anos quando o pai morreu

Era um seresteiro bom danado

Numa represa morreu afogado

Morte é sempre um fato traumático.

Zé Ramalho um cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Antônio de Pádua seu genitor

A mãe Estelita Torres Ramalho

Com a morte do pai veio esse atalho

O pai do seu pai que é seu avô

O tomou pra criar e dar amor

E por ele, o Zé foi educado

Nas boas escolas foi preparado

“Avô e pai” nessa hora foi  prático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Zé Ramalho ficou órfão de pai

E pra Campina Grande se mudou

Parte de sua infância ali morou

Mas na sua juventude ele sai

E lá pra João pessoa ele vai

No estudo sempre foi dedicado

Seu avô atuou pra ver formado

Com os filhos e o neto foi didático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Mas não é seu avô quem determina

Ele não viu o Zé nos oceanos

Mas soube que Zé mudou os seus planos

Que parou o curso de medicina

Desistiu e seguiu a própria sina

Saiu de João Pessoa Transformado

Da faculdade não saiu formado

Foi figuradamente acrobático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Zé Ramalho  ama a natureza

Adorou ver o mar de Tambaú

Lembra toda a paisagem verde e azul

Ele é testemunha da beleza

Com certeza trouxe essa grandeza

E revela em tudo que tem cantado

O violão o tem acompanhado

Nesse instrumento é catedrático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Assistindo Woodstock no cinema

Esse filme sua vida transformou

O pensamento revolucionou

Sua mente traçou um novo esquema

Acredito que era a luz suprema

E por ela, ele foi orientado

Foi o leme que havia procurado

Tais vibrações não o deixaram estático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Essa vida pra Zé foi uma escola

Aprendeu a fazer poesias belas

Com o mestre Oliveira de Panelas

Também com outros mestres da viola

A poesia do povo na sacola

Por onde passa ele tem levado

Dos traços regionais vem carregado

O Nordeste pra ele é temático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Os grandes cantadores de viola

Otacílio Batista e Diniz

Vitorino quem sabe você diz

Qual dos versos bonito me consola

Zé Ramalho carregou na cachola

Jackson e Raul bem misturado

Em Luiz Gonzaga foi inspirado

Esse cantor pra mim é catedrático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Ele que foi aluno do Marista

Desenhando a futura profissão

Na contra mão acha Zé do caixão

Além de exímio violonista

Descobriu ter o dom pra Cordelista

Vi que tem folheto já publicado

Ele tem o Nordeste incorporado

Gosto do seu linguajar pragmático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Resoluto com uma vontade imensa

Ele larga o passado numa boa

Parte da cidade de João pessoa

Desejava ser artista, assim pensa

Vem ao Recife quem sabe assim vença

Pra Alceu Valença é apresentado

Geraldo Azevedo e Sergio Ricardo

Parece que tudo foi automático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Do Recife ele foi para o Rio

E por lá encarou 40 graus

Pra vencer galgou todos os degraus

Todo artista enfrenta um desafio

A vida real causa arrepio

As dificuldades lá no passado

Eu ouvi, ele mesmo tem contado

O menor foi o tal fator climático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Junto com Alceu já participou

No tal show “Vou danado pra Catende”

“Jacarépagua blues” você entende

Mas tem gente que até investigou

Todo fã um dia já procurou

Entender tudo que aí foi cantado

Zé Ramalho um astro eternizado

Ele parece um ser telepático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

É expressão da nordestinidade

Sua canção revela consciência

É visionário é insurgência

Nordestino é toda autenticidade

Ele é sério e nessa identidade

Sua voz poderosa tem soado

Sei que é tese até de doutorado

Petrônio F. Beltrão foi enfático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Zé Ramalho enquanto compositor

As suas canções sobrenaturais

Percebidas são espirituais

É cantor, pensador e precursor

Eu também sou seu admirador

Suas letras me deixam acordado

Todo fã assim é impactado

Pelo Zé sou doente assintomático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

Em suas composições é poético

Seu fã clube, uma grande legião

Parece até uma multidão

Escutando esse cantor profético

Eu deliro escutando, sou frenético

Todo dia eu tenho escutado

A minha vizinhança tem gostado

Não sei se sou normal ou problemático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Ele parece ser transcendental

Sua música arrebatadora

Letra mística e encantadora

É um artista tão fenomenal

Tal criatividade é genial

Surreal como muitos têm taxado

Eu que tenho às vezes interpretado

Algumas vezes me senti lunático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Falar dele no campo pessoal

Pouco importa diante de seu brilho

Cada canção ou fã é filha ou filho

Esse nordestino é maioral

É camarada é profissional

Ele é um sujeito obstinado

Na carreira está realizado

Nessa vida ele é catedrático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Todos os seus filhos, eu contei  seis

Christian, Antônio e João

Maria, José e Linda são

Irmãos, mas casório já houve três

Izis e Amelinha foram ex

Com Roberta Ramalho está casado

Trinta e cinco anos lado a lado

Está realizado, disse enfático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Ouvir o Zé Ramalho é muito bom

Cada vez que ouço sinto emoção

Suas canções exigem atenção

Nos shows tem o jogo de luz e som

Esse aí já nasceu com este dom

Cada show eu fico emocionado

Meu cordel já está autografado

Não sou poeta de ficar estático.

Zé Ramalho cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

É o mais presente em trilhas sonoras

Suas canções marcantes nas novelas

Lembro delas, as dez canções mais belas

Roque santeiro, eu lembro àquelas horas

Paraíso, novela de outrora

Pedra sobre pedra, lá no passado

De quina pra lua, estou lembrado

Nesse ramo o Zé está catedrático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Sensual foi lá em Fera ferida

Eu vi no fim do mundo, o profeta

Avohai é gratidão do poeta

Êita mundo bom, eu lembro querida

Cada canção dele foi bem vendida

Quem não lembra o sucesso em Rei do gado

Na TV seu sucesso emplacado

Consagrado em termos midiático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Zé Ramalho em tributos já prestou

Cantou Beatles e Jackson do Pandeiro

Gonzagão e Raul Seixas roqueiro

Bob Dylan também ele cantou

O Brasil inteiro o consagrou

O cantor deixará grande legado

O Nordeste tem o acompanhado

É um estudo quase sistemático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Das canções dele fiz a seleção

KRYPTONIA, AVOHAI, e BEIRA MAR

ORQUÍDEA NEGRA e TAXI LUNAR

VILA DO SOSSEGO e CIDADÃO

GAROTO DE ALUGUEL, foi confissão

A TERCEIRA LÂMINA, tenho escutado

Fico sempre de olho arregalado

Sou alienígena, sou fantasmático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

CHÃO DE GIZ e CANÇÃO AGALOPADA

MULHER NOVA BONITA E CARINHOSA

Construção poética engenhosa

JARDINS DAS ACACIAS e DISPARADA

ETERNAS ONDAS, já eternizada

FREVO MULHER, sucesso consagrado

NEGRO AMOR, tenho sempre escutado

Venho usando o método socrático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Se precisasse responder ao povo

Qual a mais bela eu não sei dizê-la

ENTRE A SERPENTE E A ESTRELA

E O ADMIRAVEL GADO NOVO

MISTÉRIO DA MEIA NOITE eu louvo

Em SINÔNIMOS,  tenho me debruçado

Nas verdades ditas tenho pensado

Em tudo que diz é axiomático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Conhecedor dos versos alexandrinos

Sabedor dos escritos de Camões

Tem  forró e Blue em suas canções

É um mestre dos versos nordestinos

Como tantos cantores peregrinos

Viajou para o sul, lá tem morado

Pelos palcos tem se apresentado

Com o público é um cantor empático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Quarenta e três anos de carreira

Logo mais completa nova idade

Setenta anos de vitalidade

O Nordeste o tem como bandeira

Toda a nossa nação brasileira

Dia três de outubro está marcado

O seu aniversário é festejado

Afirmando assim eu sou enfático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Veja um show dele pra se encantar

Sua performance nos contagia

Frenesi, alegria, ousadia

Zé Ramalho vai te contaminar

Esse mistério pairando no ar

Cada letra eu tenho estudado

Cada vez ele mais tem conquistado

É um ser muito paradigmático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Um cantor que tem muita sapiência

É destaque entre outros cantores

Acredita em discos voadores

E tem valorizado a ciência

Parece ser dotado da vidência

Diversamente já foi premiado

Pela crítica é elogiado

É um cara deveras diplomático.

Zé Ramalho um cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Se platônico ou aristotélico

Cada fã tem a sua opinião

Já ouvi em certa ocasião

Alguém descrevê-lo psicodélico

Tem até admirador angélico

Júnior Seixas o tem colecionado

Kydelmir Dantas tem elogiado

Seu trabalho tem caráter didático.

Zé Ramalho um cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Eu curto seu cantar, sua poesia

As metáforas que tem produzido

As anáforas que temos refletido

Entrei dentro dessa mitologia

Tentei decifrar a simbologia

Para compreender o seu recado

Vi que era um ser decuplicado

Traduzindo esse mundo emblemático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todo mundo o tem admirado.

 

Não me canso de ouvir Zé Ramalho

Cada canção dele inteligente

Inclusive conheço muita gente

Que escuta o Zé lá no trabalho

Enquanto cordelista eu batalho

No folheto meu recado está dado

Seu labor em cordel está registrado

Foi esse jeito que achei mais prático.

Zé Ramalho o cantor enigmático

Todos nós temos o admirado.

 

Obrigado amigo pela atenção

Espero que você tenha curtido

O folheto que por você foi lido

Foi oferecido ao cidadão

Zé Ramalho é uma inspiração

O Nordeste lhe diz muito obrigado

Por você ser assim iluminado

Teu trabalho supera o acusmático.

Zé Ramalho o cantor enigmático 

O poeta o tem admirado.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!