CRUZEIRO – 102 anos – Tricampeão Brasileiro
16/07/2023 01:49 em Coluna do Cordel

 Autor: IVALDO BATISTA

Visite a Coluna do Cordel - CLIQUE AQUI! 

 

Chegando a Minas Gerais

Faço minha saudação

Ao clube das cinco estrelas

Cruzeiro tricampeão

Melhor Clube do Brasil

Veste azul minha nação.

 

Clube do meu coração

Em sessenta e seis venceu (1966)

No ano dois mil e três 

Outro troféu mereceu

No ano dois mil e treze

Novamente recebeu. 

 

O brasileirão é teu

Meu Cruzeiro é pauleira

Quando esteve à frente

O Marcelo Oliveira

Que se fez reconhecido

Pela nação brasileira. 

 

Foi à equipe mineira

Muito bem selecionada

Cada jogo confiante

E muito bem preparada

Cada lance e cada gol 

Fruto de bela jogada. 

 

A equipe escalada

Sempre pronta pra jogar

Igor, Fábio ou Rafael

No gol podem atuar

Leo Victorino Wallace

Dedé também pode entrar.

 

Mayke Bruno Ceará 

Tinga Egídio Paulão

Everton e Lucas Silva

William joga um bolão

Henrique Nilton e Souza

Vejo na escalação.

 

O time tem opção

Luan Everton Ribeiro

Alisson Elber e Goulart 

Borges Leandro Guerreiro

Anselmo Ramon e Lucca

Podem jogar o tempo inteiro.

 

De zagueiro a goleiro

Todos foram atuantes

Júlio Baptista armador

Dagoberto atacante

Martinuccio e Vinícius

Sempre foram confiantes.

 

Eles são participantes

Desse momento de glória

Cruzeiro em momento áureo

Importante na história

Somando mais um troféu

Na bonita trajetória.

 

Aqui na minha memória

Recordar faço questão

Das conquistas e dos craques

Hoje em recordação

Nelinho cobrando faltas

Lembro Niginho e Tostão.

 

Dirceu Bengala e Ninão

Marcelo Ramos Carlinho

Pallinha Ronaldo Alex

Piazza e Raimundinho

Teve o Roberto Batata

Evaldo e Joãozinho. 

 

Cerezo e Jairzinho

Gilberto meio campista

Acaba esse cordel

E eu não termino a lista

Essa tarefa é difícil

Pro poeta cordelista. 

 

Eu sou Ivaldo Batista

Que resolveu declamar

Lá da toca da raposa

Veio ao mundo falar

Que o time que treina aqui

Preparou-se pra ganhar.

 

Quem no Brasil vai mandar

Eu vou contar pra nação

Um pouquinho da história

Como foi a fundação

Do Cruzeiro Esporte Clube

Do Brasil tricampeão.

 

Meu clube de coração

Celeste time mineiro

Fundado no dia dois

Em pleno mês de janeiro

O ano era vinte e um (1921)

Quando nasceu meu Cruzeiro.

 

O futebol brasileiro

Recebeu com emoção

Um clube grande potência

Na essência um campeão

Valor das Minas Gerais

Orgulho desta nação.

 

Sobre sua fundação

O nome que lhe foi dado

Era PALESTRA ITÁLIA

Quando ele foi criado

Vermelho verde e branco

Assim ele foi pintado.

 

No Clube foi adotado

As três cores da bandeira

A colônia italiana

Criou time de primeira

Parabéns Belo Horizonte

Bela capital mineira.

 

Toda nação brasileira

Acompanha a trajetória

Do Cruzeiro Esporte Clube

Cada momento de glória

Que hoje brilha pra o mundo

Tendo feito sua história.

 

Guardo na minha memória

Gostosa recordação

O Cruzeiro tem seu nome

Devido à constelação 

Já se chamou Ipiranga 

Numa certa ocasião.

 

O time do Mineirão

É o maior vencedor

Jogando pelo Brasil

O Cruzeiro é o terror

Jogando contra o galo

É time goleador.

 

É um time lutador

Em campo mostra ação

Já enfrentou desafios

Encontrou a direção

Demonstrou pra todo mundo

Poder de superação.

 

Já foi o tricampeão

No ano quarenta e três (1943)

E nos dois anos seguintes

Também foi a sua vez

Foi tricampeão mineiro

Um bonito papel fez.

 

O Cruzeiro dita as leis

Por que faz grandes jogadas

Testemunha a “Máfia Azul”

Das torcidas organizadas

No campo motiva o time

Que ganha de goleada.

 

É uma equipe ousada

Um time bem popular

Soma tantos torcedores

Conquista em qualquer lugar

Pode crer que a casa é cheia

Se o Cruzeiro vai jogar.

 

Eu quero aqui mencionar

No ano Cinquenta e nove (1959)

Ganhou dois anos seguidos

O mundo todo se move

Admirando o Cruzeiro

Todo o Brasil se comove.

 

Se o dia faz sol ou chove

O Mineirão está lotado

Vem gente do interior

De qualquer lugar do Estado

O Cruzeiro é popular

Também muito respeitado.

 

O time tem conquistado

Troféus da Copa Brasil

Em todas as competições

Abaixo do céu anil

Seu desempenho excelente

Igual a gente não viu.

 

O Brasil todo assistiu

Cruzeiro ser campeão

No ano dois mil e treze

Com grande atuação

Foi o melhor do Brasil

Sem haver contestação.

 

Fiz minha anotação

Trinta e oito já ganhou

De campeonato mineiro

Cruzeiro colecionou

Esses troféus de vitória

A torcida festejou. 

 

O Clube já conquistou 

Campeonato estadual

E a Copa do Brasil

E também o nacional

Campeonato brasileiro

Cruzeiro é sem igual.

 

O celeste tem rival

Nas terras Minas Gerais

O Atlético Mineiro

América e outros mais

Todos perdem do Cruzeiro

Sempre que vai pras finais.

 

Eu não esqueço jamais

Daquela “tríplice coroa”

No ano dois mil e três

Meu Deus como o tempo voa

Estadual Copa Brasil 

Brasileirão numa boa.

 

A torcida não perdoa

O Cruzeiro é melhor

Dos clubes desse Brasil

O celeste é o maior

“Barcelona das Américas”

Vale mais que ouro em pó.

 

Já bateu o Penarol

Um time internacional

É destaque no Brasil

No cenário nacional

É terror do adversário

Em Minas no Estadual.

 

Já tem lei municipal

Esse dia foi criado

Dia 14 de julho

Para ser comemorado

Cruzeiro e cruzeirense

Todo ano é festejado.

 

O torcedor tá lembrado

E faz comemoração

A raposa é a mascote

Está sempre em ascensão

Ganha do adversário

Fora ou no Mineirão.

 

É primeira divisão

É elite nacional

O Cruzeiro está presente

Disputa sempre a final

O Brasil todo já sabe

O Cruzeiro é maioral.

 

Pra o Brasil é essencial

Cruzeiro e seus jogadores

Maior dos representantes

Na taça libertadores

Nos pais por toda parte

Temos tantos torcedores.

 

Defendendo tuas cores

Azul é predominante

Lembro a Constelação

O Cruzeiro é reinante

Clube que nosso Brasil

Mostra ser mais confiante.

 

Ser Cruzeiro é elegante

Imponente feito o sol

Faz gosto até torcer

Por tão lindo futebol

Que deixa o adversário

Rodar feito um caracol.

 

Segundo a CONMEBOL

Na pesquisa revelou

A torcida cruzeirense

Foi quem mais participou

No ano dois mil e treze

E a taça levantou. 

 

O Cruzeiro conquistou

Foi uma equipe aguerrida

O sucesso dedicou

A sua grande torcida

Que compareceu aos jogos

Sempre muito decidida.

 

A torcida mais querida

Manteve seus ideais

Com mente e coração

Nas cores celestiais

Outra dessas não existe

Nem em outras capitais.

 

Saúdo todos com a paz

Que o Brasil todo se sinta

À vontade pra comprar

Todo estoque de tinta

Pois de branco e azul

O mundo todo se pinta.

 

A raposa está faminta

Querendo se alimentar

Já em dois mil e quatorze

Fez pedido pra jantar

Querendo galo ensopado

Cruzeiro quer almoçar.

Isso foi só pra lembrar

O chargista Mangabeira

Inspirado em Mario Grosso

Presidente de primeira

Que comandou o Cruzeiro

Melhor equipe mineira.

 

Quero ver essa bandeira

Estendida no portal

Passando lá na TV

Lembrada pelo jornal

Cruzeiro Azul e Branco

É vitrine nacional. 

 

Seis vezes foi triunfal

É hexa campeão

O torcedor orgulhoso

Diz que o time é Timão

E reina todo imponente

E simboliza a nação.

 

Faço minha saudação

A toda diretoria

Ao Pepa e Jogadores

Toda sua maestria 

E essa grande torcida

Que transborda de alegria.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!