Cordel: Atlético Mineiro (CAM)
15/07/2023 19:36 em Coluna do Cordel

 Autor: IVALDO BATISTA

Visite a Coluna do Cordel - CLIQUE AQUI! 

 

Torcedores no Brasil

E outros no estrangeiro

Pediram-me um cordel

Sobre um time brasileiro

Que dá show no Mineirão

Parece até seleção

Meu Atlético Mineiro.

 

Esse time é guerreiro

Tem sina de campeão

Faz vibrar sua torcida

Empolga a população

A sede é Bê-Agá

Pode jogar lá ou cá

Que encanta a nação.

 

Tem alcunha de “Galão”

Ou simplesmente “O GALO”

Mascote oficial

Desde trinta neste embalo

Campeão dos campeões

Ouvi as opiniões

Aqui no folheto eu falo.

 

A nenhum time igualo

De Minas é o maior

De norte a sul do Brasil

Este clube é o melhor

É um gigante em fim

O alvinegro é pra mim

No Brasil o clube mor.

 

Mostra raça e suor

Defendendo suas cores

E por isso ganha tudo

Desde a Libertadores

Até a Copa Brasil

Vencer está no perfil

Garante os torcedores.

 

Tal time de vencedores

Já nasceu sendo um timaço

Mil Novecentos e Oito

Em Vinte e cinco de março

Fundado por estudantes

Este clube de gigantes

É quem manda no pedaço.

 

Dita as regras e compasso

É quem manda no terreiro

Seu maior adversário

Chegou lá por derradeiro

Foram treze anos uái

O Atlético é papai

Por que chegou lá primeiro.

 

Meu Atlético mineiro

Respeitado em Bê-Agá

Time valente e afoito

Sempre bota pra torar

Não sei o time da vez

Quem o enfrenta é freguês

È claro: Vai apanhar.

 

A sua meta é ganhar

Já tem seu lugar ao sol

É alegre e combativo

Um bonito futebol

É desses times sulistas

Entre as suas conquistas

Bicampeão Conmebol.

 

Aqui vou fazer um rol

Exibindo a trajetória

Desse clube vencedor

Mostrando a sua glória

No que já se destacou

Dos troféus que já ganhou

Que compõem sua memória.

 

Revendo suas vitórias

Posso aqui destacar

No Estado Minas Gerais

Eu vou aqui elencar

Esse galo é de raça

Tem quarenta e sete taças

Expostas para mostrar.

 

É importante frisar

Nos clássicos do Estado

O Atlético Mineiro

É quem tem se destacado

Contra seu maior rival

Vitórias no estadual

Vamos aqui celebrar.

 

Também dá pra se amostrar

No cenário nacional

No ano setenta e um (1971)

O galo foi triunfal

Ser vencedor é comum

Em dois mil e vinte um (2021)

Venceu de forma cabal.

 

Um vencedor afinal

Conhecidos das nações

Campeão em trinta e sete (1937)

Na Copa dos campeões

De novo em setenta e oito (1978)

Êita que galo afoito

Conquistando corações.

 

Em várias competições

Saiu de lá vencedor

Em quatorze (2014) e vinte e um (2021)

O galo foi ganhador

Nessa terra mãe gentil

Ganhou a Copa Brasil

O galo botou terror.

 

No gramado é senhor

Êita equipe aguerrida

Em Dois mil e vinte e dois (2022)

Com aplausos da torcida

Esse galo varonil

A Super Copa Brasil

Pelo galo foi erguida.

 

O galão se consolida

Um clube de vencedores

Na área internacional

Tem Copa Libertadores

Tem duas da CONMEBOL

O galo reina qual sol

Com os seus bons jogadores.

 

Alegrando os torcedores

A equipe atleticana

Nos anais de sua história

Tem a SUL-AMERICANA

Em quatorze (2014) o melhor time

Se você quer que eu rime

A equipe é soberana.

 

A torcida não se engana

Com seu clube maioral

É destaque atleticano

Atletismo e futsal

No Voleibol se sai bem

Noutras competições tem

Destaque e manda geral.

 

É realeza é real

É Rei nas Minas Gerais

É lembrança dos primórdios

De um tempo bom demais

Do Atlético bendito

Lembro seu trio maldito

Que não esqueço jamais.

 

Lembro os estaduais

Seguindo por este rastro

Lembro Jairo e Said

Também o Mário de Castro

Desse ataque perfeito

Começamos desse jeito

Recordando cada astro.

 

Revendo aqui meu cadastro

Dos ídolos que atuaram

Que jogou nesta equipe

Figuras que aqui jogaram

Craques jamais esquecidos

Até hoje são queridos

Suas presenças marcaram.

 

No Atlético passaram

Recordo na septilha

Éder Aleixo e Reinaldo

Marques também nesta trilha

Aqui pra nosso deleite

Lembro o goleiro João Leite

Leonardo Silva brilha.

 

Lembro Dadá Maravilha

O Vitor e o Toninho

Cerezo e o gaúcho

Conhecido Ronaldinho

Time do pai do Pelé

Teve o Marques e até

Nosso grande Luizinho.

 

É bom lembrar o galinho

Com carinho e emoção

De coração recordar

Toda a sua atuação

Sua linda trajetória

Um clube que tem história

E marca de campeão.

 

Lembro o galo em ação

Amistosos na Alemanha

Munique, Hamburgo e Bremen

Uma bonita façanha

Gelsenkirchen e Viena

O Atlético em cena

Na Europa também ganha.

 

Em qualquer terra estranha

Onde tiver que jogar

A equipe atleticana

Irá se apresentar

E a torcida mineira

No Brasil a mais guerreira

Vai vê o galo brilhar.

 

Agora vou declinar

Torcedores que têm fama

Fernando Mendes e Dilma

Rousseff falam que ama

Também tem Chico Pinheiro

Qual todo bom brasileiro

O poeta que declama.

 

Artistas têm essa chama

E proclamam-se feliz

Almir Sater, Marcos Frota

Natália Guimarães miss

Isis Valverde mineira

E Daniel Oliveira

Débora Bloch atriz.

 

Nesta pesquisa que fiz

De torcedores famosos

Uma lista infinita

Eles são tão numerosos

Só os artistas de brios

Qual a Mariana Rios

Citei os mais gloriosos.

 

Torcedores orgulhosos

Não crêem em qualquer mandinga

Vê o seu clube vencer

Enquanto o outro xinga

Atlético comemora

E o rival vai embora

No caminho choraminga.

 

Batemos no Ipatinga

Surramos sempre o Cruzeiro

Damos pisa no Mequinha

No Estadual Mineiro

A torcida se levanta

E assim o galo canta

É quem manda no terreiro.

 

O Atlético guerreiro

Em todo jogo é quem vence

Pouso Alegre, Uberlândia

Democrata e Tombense

O galo bota na cova

O time do Villa Nova

Boa Esporte e Caldense.

 

Aymorés, Patrocinense

Araguari e Araxá

Pode vir qualquer equipe

Todos os times de lá

O galo em Minas Gerais

Em todos Estaduais

Melhor que o galo não há.

 

Vamos aqui escalar

A equipe atleticana

Everson, Guga, Alonso

Allan, Gondin e Arana

Nacho Fernandes e Jair

Sasha, Hulk e Ademir

Plantel que vale uma grana.

 

A equipe é veterana

Mostra toda experiência

Joga com habilidade

Marcando com competência

Chutando faz um golaço

Depois corre pra o abraço

E joga com consciência.

 

O Brasil ver com freqüência

As vitórias deste time

Depois diz ao cordelista

Peço ao poeta que rime

Todo momento de glória

Expresso em cada vitória

E tudo que isto exprime.

 

O Atlético imprime

Nos outros time um respeito

Torcedor das sociais

Gritam e batem no peito

E eu lá no camarote

Desenvolvendo esse mote

Tô feliz e satisfeito.

 

Neste folheto aproveito

Agora pra convidar

O desafio que faço

Vamos nos associar

A este time de garra

Que encara qualquer barra

Vamos também ajudar.

 

Podemos colaborar

Manifestar em ação

Nossa paixão nossa fé

Revelar superação

E nosso clube de massa

O nosso galo de raça

Será sempre campeão.

 

Atleticano é nação

É força é atitude

Somos mais apaixonados

Quem sabe jamais se ilude

Quem ama não se exime

Seja sócio deste time

Quem for torcedor ajude.

 

O Atlético é virtude

Um clube sensacional

Pode vir o River Plate

Barcelona, Arsenal

Ou o Paris Saint-Germain

É do Galo que sou fã

De manhã tá no quintal.

 

Meu clube é tradicional

No gramado é gigante

Brilha em Minas Gerais

Muito mais que diamante

Por isto aqui exalto

O meu clube eu ressalto

Não há outro semelhante.

 

É este time pujante

Cuja torcida animada

Presente em cada jogo

Acompanhando a jogada

Mesmo quando está perdendo

De repente está vencendo

Ele ganha de virada.

 

A sua torcida amada

Acostumada a pular

Vibra na arquibancada

Podemos acompanhar

Ela faz a diferença

Da força de sua crença

Não podemos duvidar.

 

O cordel vai terminar

Grato por sua atenção

Foi difícil expressar

Em termos toda emoção

Desse time de valor

Mas expressei meu amor

E a minha gratidão.

 

Um gesto de coração

Aprovado pela mente

O folheto que escrevi

É somente um presente

Quem deste cordel gostar

Já Pode compartilhar

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!