Volume
Rádio Offline
Leidson Ferraz lança pesquisa sobre o teatro no Recife dos anos 50
05/07/2019 05:34 em Notícias

O jornalista, crítico e pesquisador deteatro Leidson Ferraz lançou, nesta próxima quinta-feira (4), a pesquisa em DVD “O Teatro no Recife dos Anos 50 – Tentativas de Reafirmação da Modernidade”. Com incentivo do Funcultura e apoio do SESC Pernambuco, a pesquisa centra-se, através de registros da imprensa, na intensa movimentação teatral no Recife por toda a década de 1950 – período ainda pouco lembrado nos livros de história do teatro pernambucano. 

Na foto o elenco e técnicos de de “A Compadecida”, durante uma premiação no Rio de Janeiro em 1957

A pesquisa dá visibilidade à diversidade de críticas, produções cênicas realizadas, artistas envolvidos e casas de espetáculos em atividade (muitas já extintas). Foi durante a década de 50 que peças locais ganharam visibilidade nacional através de turnês para outros estados e na programação dos primeiros festivais de teatro realizados no país, com destaque para vários dos nossos dramaturgos inscritos no território da modernidade.

Este período foi também o momento de consolidação da crítica teatral no estado com o surgimento da ACTP (Associação dos Cronistas Teatrais de Pernambuco), entidade que lançou o troféu Melhores do Teatro e, até hoje, não possui um registro mais detalhado de suas atividades. A entidade, por sinal, é tema do Doutoramento em Artes Cênicas que o autor e pesquisador faz atualmente no Rio de Janeiro.

“O Teatro no Recife dos Anos 50 – Tentativas de Reafirmação da Modernidade” não é um livro físico, mas uma espécie de e-book em formato de DVD, com um PDF que traz mais de 600 páginas recheadas de textos, imagens raras e indicação de fontes. Todo o material, distribuído gratuitamente para bibliotecas, universidades, centros de documentação e memória do teatro brasileiro, entidades de artes cênicas, além de sedes de grupos de teatro por todo o Brasil, vai também estar disponibilizado no site do Teatro de Santa Isabel (www.teatrosantaisabel.com.br), no link “Publicações”.

O trabalho contou com assistência de pesquisa de Mônica Maria, Amanda Spacca, Anderson Cleber (Jesus) e Kátia Ivo, secretariado de Elivânia Maria, revisão de Alexsandro Souto Maior e Leidson Ferraz e coordenação administrativa de Laurecília Ferraz. O design é de Claudio Lira.

A pesquisa dá visibilidade à diversidade de críticas, produções cênicas realizadas, como a “Arsênico e Alfazema”, do Teatro de Amadores de Pernambuco (1950)

Leidson Ferraz é jornalista formado na Unicap, Mestre em História pela UFPE e atualmente Doutorando em Artes Cênicas na UNIRIO, no Rio de Janeiro (onde reside desde março de 2019). Há anos vem se dedicando a registrar parte da história do teatro pernambucano em livros e acervos documentais, sendo organizador da coleção “Memórias da Cena Pernambucana” e autor de outras pesquisas, como “Teatro Para Crianças no Recife – 60 Anos de História no Século XX” e “Um Teatro Quase Esquecido: Painel das Décadas de 1930 e 1940 no Recife”, ambas já disponibilizadas no site do Teatro de Santa Isabel.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!