Volume
Entrevista com Cylene Araújo
30/03/2016 - 11h02 em Entrevistas

Pernambucana é cantora, compositora, poetisa e radialista. É uma das mulheres mais brilhantes da música brasileira. Conhecida por cantar 50 horas de forró sem parar, a artista tem 19 trabalhos lançados no mercado fonográfico e cinco livros publicados com temática cultura popular

Nome: Cylene Araújo

Onde nasceu: Pernambuco

Dia do nascimento: 31 de outubro - dia das bruxas.

 

 ForrozeirosPE: Você canta frevo, MPB e outros ritmos em seus shows. Mas é o forró que mais a identifica como artista?

Cylene Araújo: Sim. Canto todos os ritmos, mas o forró está em minha alma com pano de fundo. Canto porque amo cantar e não por dinheiro.

 ForrozeirosPE: Você dá preferência a algum compositor de forró no seu repertório?

Cylene Araújo:Sem dúvida Luiz Gonzaga em 1º lugar, depois vários outros temos muitos e bons inclusive minhas composições.

 ForrozeirosPE: O início de sua carreira foi cantando em rádio ou Televisão e quantos anos você tinha nessa época?
 Conta um pouco da sua trajetória.

Cylene Araújo: Meu início foi na TV jornal cantando e apresentando o programa Cata-vento com oito anos de idade, fiz parte da última fase do programa, apresentei até final dos anos 70. Depois segui para a TVU apresentando o programa do palhaço belezinha e foi aí que surgiu meu 1º disco em 1981. A história é muito longa. Já rodei muito chão por esse Brasil.

Os concorrentes podem falar o que quiser mais eu sou a voz feminina de maior projeção dentro e fora do meu estado. Infelizmente fico de fora de algumas programações culturais que realizam no estado, por não fazer conchavos e concessões nos órgãos que regem a cultura de Pernambuco. Mais sou recompensada quando me abrem a portas por onde passo.

ForrozeirosPE: Você se utiliza do instrumental eletrônico em seus shows ou prefere o tradicional trio pé-de-serra – sanfona, zabumba e triângulo?

Cylene Araújo: Só do tradicional, sanfona, zabumba e triângulo é a formação básica. Em palcos maiores, uso uma bateria, guitarra e um contrabaixo.

 ForrozeirosPE: Quem a estimulou a bater aquele recorde de cantar 50 horas de forró sem parar?

Cylene Araújo: Deus me deu forças para alcançar o meu objetivo. Em tudo que faço, ele está à frente. Sou uma mulher de fé e de idéias inusitadas. E isso nem todos têm o merecimento de Deus.

ForrozeirosPE: Você pensa em superar esse recorde?

Cylene Araújo: Sim, estou aguardando o momento certo. O lugar será fora do meu país. Diariamente me preparo fisicamente e culturalmente como se fosse realizar o recorde na manhã seguinte. Aguardem e confiram.

ForrozeirosPE: Por que Portugal virou a sua segunda praça na sua agenda de shows?

Cylene Araújo: Minha trajetória musical permite que se abram as portas por onde eu passo, pois tenho talento e história para contar. Canto componho e escrevo e fora do nosso estado isso é admirado e soma-se pontos e credibilidade. Então em vários países inclusive, Estados Unidos, Japão, China, tenho até fã clube.

Em Portugal resolvi tentar minha 1ª turnê em 2006 até os dias de hoje estou indo e abrindo espaço. A crítica me recebeu de braços abertos à mídia me abre espaço em TV (uma coisa difícil) nos dias de hoje. A minha presença onde passo é festejada e dou graças a Deus por isso pela minha autenticidade que é natural.

ForrozeirosPE: O povo português gosta mesmo de forró?

Cylene Araújo: Não só o povo português mais o europeu de maneira geral. Em maio, na festa dois anos do meu Projeto Pernambuco de todos os ritmos é Brasil, a casa de shows estava lotada de turistas de diversos países que vieram dançar forró comigo. Tive que fazer dois shows um mais cedo para dar tempo eles assistirem e seguir viagem no ônibus que os esperavam. No caso do povo português comigo, posso dizer que foi amor á primeira vista. Minha alegria destravou a timidez deles e a festa do forró nos uniu.

ForrozeirosPE: Será que em breve os seus admiradores do Brasil vão perdê-la para os fãs portugueses?

Cylene Araújo: Não, pois a qualidade dos vôos internacionais e nacionais está cada vez melhor e daqui para Lisboa, Paris ou Madri é um pulo! Espero continuar fazendo os shows no Brasil e fora dele.

Agradecimentos:

Meu agradecimento especial às pessoas que nunca deixaram de acreditar em meu trabalho, obrigada por tudo.  Sou uma artista feliz porque sou filha de Deus, abençoada por ele canto o que gosto e acredito e tenho uma vida boa e cheia de merecimentos porque sou de luz, sou guerreira! A você Cláudio, um beijo especial, parabéns pelo site direcionado a nossa cultura. Se Gonzagão vivo fosse, também estaria de agradecendo com certeza.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!