Fenelivro anuncia programação
13/09/2018 00:53 em Livros

Com a participação de 50 editoras e distribuidoras de livros de todo o Brasil, a Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e a Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros (Andelivros) anunciaram nesta quarta-feira (12) a programação da 4ª Feira Nordestina do Livro (Fenelivro). Considerado o maior evento literário do Estado, a Fenelivro acontecerá entre os dias 19 e 23 de setembro, das 9h às 21h, no Centro de Convenções de Pernambuco, trazendo como tema central “Uma nova era dos extremos”, inspirado no pensamento do historiador britânicoEric Hosbawm. Entre lançamentos, mesas redondas, palestras, oficinas e shows, a programação conta com nomes como os dos escritores Julián Fuks, Luísa Geisler, José Almino, Luiz Felipe de Alencastro e Raimundo Carrero, prestando homenagem, ainda, ao escritor cearense radicado no Recife Sidney Rocha e ao poeta Marcus Accioly, que faleceu em outubro passado.

A 4ª Fenelivro ocupará cinco mil metros quadrados do pavilhão de feiras do Centro de Convenções. Além da parte literária, oferecerá ao público, de forma gratuita, shows de Morais Moreira (que também lançará o seu livro A história dos Novos Baianos), Maciel Melo, Bráulio Bessa e Jessier Quirino. Para o jornalista Evaldo Costa, curador da feira, toda a programação, alinhada ao tema central, é uma provocação que pretende estimular um debate mais aprofundado sobre o que vem acontecendo no Brasil e no mundo contemporâneo. “As diferenças de pensamentos sempre existirão, mas estamos diante de um fenômeno de exacerbação que coloca em risco direitos individuais e até a democracia representativa. De que forma os pesquisadores, os escritores do futuro falarão dessa era? Essa é uma tentativa da gente pensar como seremos vistos e a feira é uma modesta contribuição ao debate”, destcou.

Durante a coletiva, o presidente da Cepe, jornalista Ricardo Leitão, também destacou a importância da feira em seu papel de estímulo à leitura e à divulgação do livro. Para tanto, a Fenelivro garantirá transporte gratuito para escolas que desejem levar seus alunos, além de assegurar descontos para estudantes e professores de até 50%.

 

Veja a programação completa:

 

19/9 (Quarta-feira)

9h - Abertura dos portões

15h - Oficina de produção de vídeo com Gustavo Almeida, diretor-presidente da TV Pernambuco

18h - Solenidade de abertura

18h20 - Uma nova era dos extremos? Mesa de debate sobre o mundo atual em meio a uma nova era dos extremos. Palestra com o professor da Unicamp, José Alves de Freitas Neto, com participação do acadêmico Joaquim Falcão (ABL), e de Tales de Castro, especialista em relações internacionais e cônsul de Malta

19h30 - Jessier Quirino apresenta o espetáculo de poesia popular Mentira Provisória - a verdade eleitoral

 

20/9 (Quinta-feira)

14h às 17h - Oficina literária com o escritor Raimundo Carrero

17h - Show com o padre Damião Silva

18h - Palestra com o escritor e consultor empresarial Márcio Giacobelli + lançamento do livro Relacionamento, Influência e Negócios (Márcio Giacobelli)

19h - Palestra e lançamento de livro de Eduardo Bueno

19h45 - Show e lançamento do livro A história dos Novos Baianos, de Moraes Moreira.

 

21/9 (Sexta-feira)

14h - Oficina com a editora Mariposa Cartonera (Wellington de Melo)

17h - Questões étnico-raciais: Professor Antônio Torres Montenegro

18h - Palestra sobre Fake News com Fernanda da Escóssia (ombudsman da Agência Lupa), Juliano Domingues (Sinjope) e Vandeck Santiago (Diario de Pernambuco)

18h - Palestra com o escritor Julián Fuks e Wellington de Melo (editor da Cepe)

19h - Lançamento do livro Palavra de Jornalista - as entrevistas do projeto Memória Viva da Imprensa de Pernambuco, com participação dos entrevistados. Autores: Gilson Oliveira e Evaldo Costa

19h45 - Apresentação do poeta Bráulio Bessa e sessão de autógrafos dos livros Poesia que transforma e Poesia com Rapadura

 

22/9 (Sábado)

09h às 11h - Oficina literária com o escritor Raimundo Carrero

10h – Palestra com Dr. Celerino Carreconde, médico naturalista e mestre em Saúde Pública, presidente do Centro Nordestino de Medicina Popular. Tema: Segurança alimentar e ecologia.

15h30 - Lançamento do livro No sertão em que vivi, de Zelito Nunes. Apresentador: Eugênio Gerônimo

14h – Relançamento do livro biográfico de Bruno Albertim Tereza Costa Rêgo: Uma Mulher Em Três Tempos (Cepe).

15h – Palestra com o padre Rubens (reitor da Unicap). Tema: Bíblia, um código cultural

16h - Lançamento do livro Poemas, de Enock Ferreira. Apresentador: Zelito Nunes

Lançamento do livro Loucura, de Rafael Rocha Neto

17h - Palestra A era dos extremos e questões de gênero, com a economista e pesquisadora da Fundaj Cristina Maria Buarque e a secretária da Mulher de Pernambuco, Sílvia Coimbra

17h - Lançamento da coleção É Campeão (Cepe Editora)

18h - Lançamento da biografia O Tiradentes, do jornalista Lucas Figueiredo

19h - Palestra 1968: Uma revolta em cada esquina, com José Almino Alencar, Socorro Ferraz, Luiz Felipe de Alencastro e Homero Fonseca (mediador)

20h - Show e poesias de Maciel Melo

 

23/9 (Domingo)

10h - Aulão e lançamento do livro Eu, um vencedor, do professor Fernando Beltrão

15h - Lançamento do romance De espaços abandonados, de Luisa Geisler

16h - Palestra e lançamento do livro Boca de forno, boca da gente – Quando as palavras saltam do livro (Editora Companhia Palavras Andarilhas), com a escritora Lenice Gomes

16h - Palestra Cabeça Jovem: adolescência, saúde mental, literatura e tecnologia, com o escritor e professor do IFPE, Severino Rodrigues, com mediação da jornalista Juliana Lopes

17h - Lançamento dos livros Pesado (Cepe Editora) e Música para o povo que não ouve (Cepe Editora), com os jornalistas Wilfred Gadêlha e José Teles, e o diagramador e produtor Marcus Asbarr

18h - Lançamento do livro A fé do interior: uma história de coragem do povo nordestino, de Raissa Nascimento

19h – Palestra motivacional com Thiago Rodrigo, escritor, consultor empresarial e youtuber. Lançamento do livro: Ame todos os dias.

 

* A programação principal ocorrerá no palco principal e no auditório.

 

PROGRAMAÇÃO DO CANTINHO DA TRELA - ESPAÇO KIDS

 

22/9 (Sábado)

16h - Apresentação do grupo Tapete Voador e contação de histórias com os livros Pipo, o troca-chupetas (Cepe Editora), de Tatiana Sotero; e A história de uma boca (Cepe Editora), de Ana Valéria Fink

 

23/9 (Domingo)

11h - Apresentação do grupo Tapete Voador e contação de histórias com o livro Pequeninas histórias para gente pequenina (Cepe Editora), de Xico Bizerra

 

PROGRAMAÇÃO DO CAFÉ LITERÁRIO

 

19/9 (Quarta-feira)

18h - Epístolas à Maria Fulô (André Cervinskis)

19h - És luz, nasceste (Honorina Carneiro)

Ver Melhor (Honorina Carneiro)

 

20/9 (Quinta-feira)

17h - Da animalidade ao ser social - a fantástica caminhada do homem (Frederico Spenser)

18h - Olá, amigo. Lá vai (Ivanilde Morais de Gusmão)

 

21/9 (Sexta-feira)

16h - Hora de falar, e agora? (Geraldo Luiz dos Santos)

17h - Confusão e astronomia na floresta (Marta Velozo)

18h - O olho do rinoceronte (Adrijane Alves de Amorim)

19h - Memória Gráfica do Agreste (Organização UFPE), da Cepe Editora

 

22/9 (Sábado)

15h - Lançamento do livro Comida & Tradição: receitas de família (Cepe Editora), com participação de Carol Paes, filha da autora, Nininha Carneiro da Cunha, e buffet

17h - Era só desejo (Taciana Valença)

18h - Febre (Marcos Carneiro)

19h - Poemas e Contos da Estação das Alagoas (Carlos Galindo)

 

23/9 (Domingo)

17h - Paisagens Poéticas do Meu Trem de Alagoas (Marcos Carneiro)

18h - Para brilhar (Elmano Mesquita Lobo)

19h - O poeta e a cidade (Conceição Ramos)

 

HOMENAGEADOS:

 

Sidney Rocha

Escritor, romancista, contista e editor, Sidney Rocha nasceu em Juazeiro do Norte (CE) em 21 de setembro de 1965. Aos 17 anos mudou-se para o Recife onde fixou residência. Sua iniciação na literatura se deu pelo cordel com o romance Sofia, uma ventania para dentro, publicado em 1994. Desde lá, Sidney Rocha mantém uma profícua produção, sendo o vencedor da 54ª edição do Prêmio Jabuti, em 2012, com o livro de contos O destino das metáforas.

Marcus Accioly

O poeta foi integrante da Geração 65 e do Movimento Armorial. Membro da Academia Pernambucana de Letras, Accioly também foi secretário-executivo do Ministério da Cultura durante o mandato Itamar Franco. O seu livro Narciso recebeu em 1984 o prêmio de poesia da Associação Paulista dos Críticos de Artes e o Prêmio Olavo Bilac, da Academia Brasileira de Letras. Marcus Accioly nasceu no município de Aliança em 21 de janeiro de 1943. Faleceu em 21 de outubro de 2017. 

 

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO:

 

Raimundo Carrero

Membro da Academia Pernambucana de Letras, Carrero é um dos escritores mais premiados do País. Conquistou o troféu Jabuti, o mais importante prêmio do Brasil; dois troféus da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) e dois prêmios Machado de Assis da Biblioteca Nacional. Em Pernambuco recebeu os prêmios José Condé e Lucilo Varejão. Este ano, Carrero foi o grande homenageado da 28ª edição da FIG, Festival de Inverno de Garanhuns. Durante o evento lançou sua tetralogia Condenados à vida, com selo da Cepe Editora.

Eduardo Bueno

Escritor, jornalista, tradutor e editor, Eduardo Bueno nasceu em Porto Alegre (RS) em 30 de maio de 1958. Iniciou a vida profissional aos 17 anos, como repórter do jornal gaúcho Zero Hora, onde ganhou o apelido de Peninha, personagem do Disney. Trabalhou nos principais veículos de comunicação do País, onde atuou como repórter, editor, roteirista, tradutor, entre outras funções. Traduziu mais de 20 livros – entre eles, On the Road, de Jack Kerouac – que deflagrou no Brasil a onda da literatura beat. Como editor, trabalhou em mais de 200 títulos, colaborando com as principais editoras do País. Foi escolhido o melhor editor do ano, em 1984, pela Revista IstoÉ.

José Almino

Sociólogo e escritor, o pernambucano José Almino é graduado pela Faculté des Lettres et Sciences Humaines de l' Université de Paris-Nanterre. Fez mestrado em Economia pela Vanterbilt University e doutorado em Sociologia pela University of Chicago. Entre outros títulos escreveu O baixo da Gávea, diário de um morador, Motor da Luz e De viva voz. O escritor preside desde 2003 a Fundação Casa de Rui Barbosa.

Luisa Geisler

Aos 19 anos de idade Luisa ganhou o Prêmio Sesc de Literatura 2010 com o livro de estreia Contos de Mentira. No ano seguinte voltou a ganhar o prêmio com seu segundo livro Quiçá. E em 2012 seu nome foi selecionado para figurar como a mais jovem autora selecionada na antologia Os melhores jovens escritores brasileiros. A contista e romancista nasceu em 1991 no município de Canoas, Rio Grande do Sul. Seu último título é De espaços abandonados, editado pelo Grupo Companhia das Letras.

Julián Fuks

Escritor e crítico literário brasileiro, Fuks nasceu em 1981. Em 2012, foi eleito pela revista Granta um dos 20 melhores jovens escritores brasileiros. Em 2016, ganhou o Prêmio Jabuti na categoria romance e foi o 2º colocado do Prêmio Oceanos de Literatura em Língua Portuguesa com o livro A Resistência, título que ganhou também o prêmio Jabuti na categoria Ficção do Ano, em 2015. No premiado A resistência, o autor traz um tema que se mescla com sua própria história: o processo de adoção do irmão em meio à fuga de seus pais, perseguidos na ditadura militar argentina, a chegada ao Brasil e a decisão de permanecer no País.

José Alves de Freitas Neto

Professor livre-docente da Unicamp, com mestrado em Filosofia (PUC-SP), doutorado em História (USP) e pós-doutorado no Institute of Latin American Studies da Columbia University(New York). Autor de livros como Bartolomé de las Casas (Annablume) e História Geral e do Brasil (Harbra) e co-autor, com Leandro Karnal, de A Escrita da Memória. Tem diversas publicações nas áreas de cultura, política, história e ensino. Palestrante e curador de módulos do Café Filosófico (CPFL/TV Cultura) e em eventos acadêmicos e corporativos. Atualmente é colunista do Jornal da Unicamp e Coordenador da Comissão de Vestibulares da Unicamp (Comvest). Foi consultor da área de Humanas para a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Brasil e coordenou diversos cursos de formação de professores.

Joaquim Falcão

Advogado e escritor, Joaquim Falcão (Rio de Janeiro, 1943) foi eleito, no dia 19 de abril de 2018, o sexto acadêmico da cadeira 3 da Academia Brasileira de Letras. Graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), é mestre em direito pela Universidade Harvard e doutor em educação pela Universidade de Genebra. É professor titular da Fundação Getúlio Vargas. Dirigiu a Fundação Roberto Marinho na década de 1980 até 2000. Foi um dos responsáveis pela criação do Globo Ecologia e do Futura, além do Telecurso 2000. Também atuou no Conselho Nacional de Justiça e colaborou na modernização do Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. É autor dos livros A favor da democracia(2004), Mensalão: Diário de um julgamento (2013) e Reforma eleitoral no Brasil (2015).

Zelito Nunes

Sertanejo, paraibano de Monteiro, o escritor, poeta, pesquisador e advogado Zelito Nunes é radicado no Recife há mais de 40 anos. No Sertão onde eu vivia foi sua nona obra, lançada em 2014. O livro de 180 páginas traz histórias pitorescas das regiões do Cariri e Pajeú, entre a Paraíba e Pernambuco. São relatos de “causos” vividos pelo próprio autor, um nato contador de histórias inspiradas na poesia mirabolante dos cantadores.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!