Volume
Rádio Offline
ARIANO SUASSUNA: Ícone da cultura brasileira
16/02/2018 09:31 em Coluna do Cordel

 

Autor: IVALDO BATISTA

 

Convoquei a inspiração

Para falar de cultura

De romance e teatro

Vida da literatura

Música e expressões

E tambem xilogravura

 

É uma tarefa dura

Descrever essa riqueza

Por isso é um desafio

Grande pra mim com certeza

Apelo pra Ariano

Que resume essa proeza

 

Com magestosa beleza

Promoveu a união

Das expressões populares

Arte da população

É magia deste mestre

De tamanha erudição

 

Foi a sua atuação

Muito bem apreciada

Seu viver reconhecido

Sua obra admirada

A cultura nordesna

Está bem representada

 

O galo da madrugada

Fez homenagem este ano

Reconhecendo este homem

Esse bom paraibano

Que faz crescer Pernambuco

Seu nome é Ariano

 

Todo bom pernambucano

Se sente envaidecido

Ariano Suassuna

Pelo Brasil é querido

E por sua criação

Se sente agradecido

 

Ele tem contribuido

Com a arte popular

É guerreiro da cultura

E não parou de lutar

Com sua aula‐teatro

Não para de divulgar

 

Quero aqui registrar

A sua biografia

Esse nordesno forte

No sangue tem a poesia

É essência de um povo

Que mostra a arte que cria

 

Dia dezesseis nascia

Em junho de vinte e sete (1927)

Nas bandas da Parahyba

Um grande cabra da peste

Ariano Suassuna

É só aplauso e confete

 

Um desses não se repete

Ariano é singular

Filho de João Suassuna

E Rita Dantas Villar

Ariano Suassuna

Nasceu pra sempre brilhar

 

Morou em Taperoá

Lá o primário cursou

No ano quarenta e dois (1942)

Pro Recife se mudou

Aos quinze anos de idade

O Recife o abraçou

 

No GP ele estudou (Ginasio PE)

Também no Osvaldo Cruz

E já aos dezesses anos

O desno

lhe conduz

Iniciou a poesia

Pra ele acendeu a luz

 

Ainda jovem produz

A mente é ferlidade

No ano quarenta e seis (1946)

Entrou para a faculdade

De Direito em Recife

Onde fez muita amizade

 

Gente com capacidade

Era um grupo de arsta

Escritores e atores

Poetas e Romancista

O Hermilo Borba Filho

Também constava na lista

 

A parceria é vista

E logo fruficou

Com seu amigo Hermilo

Ariano então fundou

O teatro de estudante

De Pernambuco chegou

 

Em seguida publicou

A sua primeira peça

No ano quarenta e sete (1947)

O teatro ganha nessa

O prêmio Nicolau Carlos

Magno ele confessa

 

A história era essa

Com base no romanceiro

Popular da região

Do Nordeste brasileiro

MULHER VESTIDA DE SOL

Dos sucessos é o primeiro

 

Ariano é ligeiro

Caprichou na produção

Fez O SANTO E A PORCA

TORTURAS DE UM CORAÇÃO

AUTO DE JOÃO DA CRUZ

Faz parte da criação

 

O SEDUTOR DO SERTÃO

Foi romance publicado

Também A PEDRA DO REINO

E o rei que foi degolado

Nas caangas do sertão

É tema tão badalado

 

O ARCO DO DESOLADO

A HISTÓRIA DE AMOR

De Romeu e Julieta

Ariano é criador

Além de ser teatrólogo

Ariano é professor

 

É um grande escritor

Que mostra a nossa gente

A luta vícios e virtudes

O seu viver e o batente

No roteiro que escreve

Nunca foi indiferente

 

De maneira competente

Consegue apresentar

Uma arte erudita

Que provém do popular

É receita de um gênio

Só ele pra demostrar

 

Quem não consegue lembrar

AUTO DA COMPADECIDA

Tantas vezes na TV

A peça foi exibida

Mas existem tantas outras

Que devem ser conhecidas

 

Há outras obras bem lidas

Como O RICO AVARENTO

O CASTIGO DA SOBERBA

Tem também O CASAMENTO

SUSPEITOSO eu já li

E de ri não me aguento

 

Toda tarde eu me sento

Às vezes deito e leio

Nos escritos de Ariano

Faço até um passeio

Pelo sertão nordesno

Como matuto eu apeio

 

Assim eu me sinto cheio

De tanta recordação

Vejo as coisas que deixei

Consulto meu coração

Sinto saudade danada

Quero rever meu torrão

 

O homem é seu torrão

Que não dar pra separar

Ariano Suassuna

Pode assim comprovar

Costumes de sua terra

Que insiste em carregar

 

Impossível é relatar

Sem pecar por omissão

O valor de sua obra

Com toda exatidão

Alcancando as fronteiras

Parece sem extensão

 

A arte é devoção

Foi com fé que abraçou

Mas na vida pessoal

A mulher que ele amou

Foi Zélia de Andrade Lima

E com ela se casou

 

Dessa união gerou

Seis filhos do menestrel

Mulheres Maria e Ana

Mariana e Izabel

E homens nasceram dois

Joaquim e Manoel

 

Ariano é troféu

Na vida foi vencedor

João Urbano Suassuna

Que era seu genitor

No período em que nasceu

Seu pai foi governador

 

Foi morar no interior

Com um ano de idade

Seu pai deixou o governo

Tambem saiu da cidade

Na fazenda Acauã

Foi buscar tranquilidade

 

Periodo de ingenuidade

Ariano no sertão

O seu pai morto no Rio

Em trinta é Revolução

Ariano tem tres anos

Não sei do seu coração

 

A vida é superação

É a força do querer

Todo sertanejo é forte

E aprende a viver

Supera a adversidade

Por que almeja vencer

 

Hoje todos podem ver

As marcas de um vencedor

Do Teatro Popular

Do Nordeste é criador

Movimento Armorial

Foi idealizador

 

Com outros foi fundador

Também do MCP

Movimento Cultural

Popular Recife ver

Ariano é cultura

Todos precisam saber

 

Demostrou por A+B

Ter um saber invulgar

Que a parr

das raízes

Da cultura popular

Uma arte erudita

Conseguiu realizar

 

Foi merecido o lugar

Que Ariano chegou

Secretário de cultura

Foi Arraes quem convidou

No seu terceiro mandato

Ariano atuou

 

Na Federal lecionou

Mostrou ser capacitado

Por lá tambem estudou

Fazendo o doutorado

Se o assunto é cultura

Ariano é lembrado

 

Ele já foi aclamado

Membro da Academia

Pernambuco e Paraiba

Nas letras e na poesia

Ariano é imortal

Melhor na dramaturgia

 

Até na advocacia

Ele merece respeito

Cursou a tradicional

Faculdade de Direito

Embora o amor à arte

Sempre esteve no seu peito

 

Em tudo que ele tem feito

É destaque nacional

O Brasil todo conhece

Movimento armorial

Ariano Suassuna

Já é multicultural

 

Que é arte armorial

Espero ter decifrado

É espirito é vida

No folheto encontrado

Com viola ou rebeca

Que lhe tem acompanhado

 

A isto está somado

Cantares e xilogravura

Que ilustra suas capas

Do Nordeste é cultura

Espetáculo para o povo

Que ama literatura

 

É uma nova leitura

Que se ver nesta coluna

Ele é elogiado

Por ai pelas tribunas

O Mundo te reconhece

Ariano Suassuna

 

Haveria uma lacuna

Nas produções culturais

Uma vaga lá no palco

Se não exissse mais

Os escritos de Ariano

Nas produções teatrais

 

Ariano é demais

Como pássaro entoa

As coisas da minha terra

Toda criação é boa

Nossa gente agradece

E lhe confere as loas

 

Obrigado Parahyba

Pelo fruto recebido

No Marista Ariano

Tem tributo merecido

Por tudo que representa

Nesse Nordeste querido

 

Quem dera teres bebido

Dessa fonte genial

Nessas terras de aridez

Tu és um manancial

A região tem orgulho

Desse intelectual

 

O Nordeste triunfal

Tem cultura pra valer

No Brasil e exterior

Temos até pra vender

Ariano é vitrine

É modelo pra se ver

 

Se você quer escolher

Uma boa enciclopédia

Do viver nordesnêz

Controlar a sua rédea

Consulte seu Ariano

Que você passa por média

 

Ele é bom de comédia

Além de fazer ensina

É um árduo defensor

Da cultura nordesna

Em matéria de folclore

Dizem que é uma mina

 

A CASEIRA E CATARINA

O DISERTOR DE PRINCESA

Até OS HOMENS DE BARRO

Demonstra toda beleza

FARSA DA BOA PREGUIÇA

Leia que é bom com certeza

 

Eu li sobre a avareza

E quase morri de rir

Em O SANTO E A PORCA

Você pode refler

A comédia é perfeita

Você pode descobrir

 

Por tudo isto que eu vi

Peço a nação inteira

A essa gente de paz

Trabalhadora e ordeira

Vamos saudar Ariano

Minha gente brasileira

 

Que gosta de ser festeira

Alegria tem demais

Ariano traduziu

Personagens tão reais

Da alma do litoral

Às vestes dos carrascais

 

Nesse dia aqui se faz

As loas e os lauréis

Ariano é personagem

Na produção de cordéis

No folheto que escrevi

Eu fui um dos mais fieis

 

Pois mostrei nesses papeis

Criação linda e pura

Original Ariano

Veja ele na moldura

Ele aqui é mais jovem

Mostra a xilogravura

 

Ariano é cultura

Mais pura e brasileira

Aquela que não mistura

Influência estrangeira

Retrata com perfeição

A nossa gente brejeira

 

A população roceira

Em todo codiano

É o Nordeste fiel

Com falar interiorano

É ícone brasileiro

Esse é nosso Ariano

 

Que Deus lhe dê muitos anos

Vida nova para o arsta

Enquanto vou discorrendo

Neste Colégio Marista

A vida é de Ariano

O lucro é do cordelista

 

Eu sou Ivaldo Bastista

Não pense que fui perfeito

Caso leitor saiba mais

Faça então do seu jeito

Vou ficando por aqui

Pois já estou sasfeito

 

Falo do que tenho feito

Preservei a sua imagem

Ariano Suassuna

Do Nordeste é bagagem

Creio que ficou feliz

Com essa nossa homenagem.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!