Ivan Ferraz é o nome e sobrenome de um pernambucano, nascido em Floresta (PE), que desde a infância conviveu com a musica, já que sua avó e sua mãe tocavam bandolim. Com pouco mais de 10 anos de idade assistiu a um show de Luiz Gonzaga. Foi o bastante para aquele menino se interessar pela musica nordestina, passando a pesquisá-la com muita intensidade até os dias de hoje. Em 1970, já morando no Recife, formou-se em Comunicação Social. Cinco anos depois concluiu o curso de Radialismo e foi trabalhar no Departamento de Divulgação da extinta Fábrica de Discos Rozenblit – a única do Norte-Nordeste do País.

Aí, o garotinho que conheceu o “Rei do Baião” com 10 anos de idade, passou a viver mais próximo de grandes nomes da musica regional, como o próprio Gonzagão, e mais Jackson do Pandeiro, Capiba, Luiz Queiroga, Jacinto Silva, Rui de Moraes e Silva, os Irmãos Valença e os maestros Duda e Edson Rodrigues, entre outros. Em 1977, gravou um compacto na própria Rozenblit, cantando o seu primeiro xote - “Riqueza do Sertão”. Daí por diante, Ivan participou de muitas gravações. Hoje, tem 9 LPs lançados por gravadoras de âmbito nacionais (Rozemblit-PE, Copacabana – SP, Chantecler –SP, Polygram-SP e Polydisc – PE), 11 CDs e 1 DVD gravado no Teatro de Santa Isabel no Show Baião dos Dois – Homenagem à Luiz Gonzaga e Zé Dantas.

Ivan Ferraz fez carreira brilhante como comunicador no rádio e na televisão, sempre enaltecendo a musica regional. Estreou com o programa “O Forró de Ivan”, na Radio Capibaribe. Em seguida, apresentou “Nordeste, Poesia e Forró”, na extinta TV-Tropical, hoje chamada TV-Pernambuco, do Governo do Estado. Esse mesmo programa passou a ser chamado “Forró, Verso e Viola”, que ficou como sua marca definitiva.

Emoções na longa carreira foram inúmeras. A mais significativa foi quando foi homenageado por Luiz Gonzaga e com ele cantou num show na AABB, na cidade de Serra Talhada.

Em outubro de 2000, o programa “Forró, Verso e Viola” estreou na Radio Universitária FM (99.9), Emissora da Universidade Federal de Pernambuco, onde continua no ar, de segunda a sexta-feira, das 4 às 6 da tarde, sempre divulgando toda a diversidade da cultura nordestina. O programa também pode ser acompanhado pela Internet no site http://www.tvu.ufpe.br